Cardeal Amato conclui Ano Jubilar da chegada de Padre Pio a San Giovanni Rotondo

POSTADO EM 27 de Julho de 2017

Cidade do Vaticano (RV) – O Prefeito da Congregação das Causas do Santos, Cardeal Angelo Amato, presidiu a duas liturgias, nesta sexta-feira, em San Giovanni Rotondo, pela conclusão do Ano Jubilar do primeiro Centenário da chegada do Padre Pio à localidade no sul da Itália.

O Cardeal presidiu à solene concelebração Eucarística, na Igreja inferior de São Pio de Pietralcina e inaugura e abençoa o “Lugar da memória”: será plantada uma grande árvore no centro da praça que se chamará “Largo 28 de julho de 1916”, memorial da experiência espiritual de Lucia Fiorentino, que teve “uma visão imaginária”.

Na sua visão, ela viu uma árvore de incomparável grandeza, no átrio do convento dos Capuchinos e ouviu uma voz que dizia: “Este é o símbolo de uma alma que virá para cá e fará tanto bem a esta cidade. Esta alma será forte e bem arraigada como esta árvore; todos os fiéis que aqui encontrarem este digno sacerdote terão luz, perdão e remédio para as próprias culpas”.

Ainda não conhecendo Padre Pio, Lucia Fiorentino associou a imagem desta árvore frondosa a um grande sacerdote de San Giovanni Rotondo. Sucessivamente, em 1923, foi-lhe revelado que a árvore plantada no convento representava Padre Pio.

Lucia Fiorentino conheceu Padre Pio no final de julho de 1916 e tornou-se uma de suas primeiras filhas espirituais. (JE/MT)

(from Vatican Radio)

© Copyright 2018. Desenvolvido por Cúria Online do Brasil