Papa aos circenses: sois mensageiros da alegria que agrada a Deus

POSTADO EM 15 de Setembro de 2017

O Papa Francisco recebeu em audiência, na manhã desta sexta-feira (15/09) na Sala Clementina do Vaticano, cerca de 120 membros da Associação Italiana dos Operadores do Espectáculo Itinerante (ANESV). No seu discurso Francisco evidenciou as dificuldades que eles enfrentam com suas famílias, o seu contínuo caminhar de um lugar para outro:

Trata-se de dificuldades, disse o Santo Padre, para encontrar espaços adequados para as caravanas, tendo por vezes que ficar em lugares fora da cidade e permanecer em comunidades que nem sempre apreciam o valor social deste tipo de espectáculo. E o Papa convidou-os a não perder a coragem, mas antes a continuar o caminho, para que as nossas cidades e aldeias não percam o gosto desta beleza peculiar  da presença, da vossa arte, e da alegria do espectáculo:

“O vosso caminho, graças a Deus, é iluminado pela fé, uma fé que viveis sobretudo na família, e isso é muito importante: a família em caminho com Deus, animada pela confiança na Providência. Uma fé que encontra também nas várias paróquias que atravessais lugares de referência para uma pausa espiritual: para a participação na Eucaristia, a preparação e celebração dos sacramentos, para um conselho e uma ajuda fraterna da comunidade”.

E o Santo Padre fez votos que entre as comunidades itinerantes e as comunidades paroquiais haja sempre a abertura, o encontro, o desejo de se conhecer mutuamente e partilhar momentos de vida e de oração, sublinhando que eles são "artesãos da festa, da maravilha e do belo, [...] chamados a alimentar sentimentos de esperança e confiança":

“É verdade: vós tendes uma beleza "artesanal", diferente daquela produzida pelas grandes potências do divertimento, que é um pouco "asséptica", pouco humana. Confesso-vos que prefiro a vossa, que tem o perfume do espanto, do encanto, mas que é fruto de horas e horas de trabalho árduo. Um carrossel não acaba de surpreender, cria uma doce alegria, nos pequenos e nos grandes”.

O Pontífice ressaltou ainda que a vida e trabalho dos operadores do espectáculo é uma vocação à alegria, vocação que quase sempre, disse, vem de algum avô, avó ou bisavô que se apaixonou por este tipo de espectáculo e sentiu uma vocação alegre ao ponto até de fazer grandes sacrifícios. E acrescentou:

“É uma vocação que logo se torna uma missão: a missão de oferecer às pessoas, às crianças mas também aos adultos e idosos, ocasiões de divertimento são e limpo. E dentro desta vocação e missão, como poderia não estar a mão de Deus? Deus nos ama e quer que sejamos felizes. Onde houver uma alegria simples e limpa, lá está a sua marca”.

Por isso, disse Francisco a terminar, se souberdes conservar estes valores, esta autenticidade e simplicidade, vós sereis mensageiros da alegria que agrada a Deus, e que vem d’Ele.

A todos o Papa confiou à materna protecção de Maria nossa Mãe, para que ela os acompanhe sempre no caminho, e os abençoou  pedindo-lhes, por favor, para que não se esqueçam de rezar por ele.

(from Vatican Radio)

© Copyright 2019. Desenvolvido por Cúria Online do Brasil